terça-feira, 25 de agosto de 2009

Liah (1)


Um barulho vindo do corredor acaba por acordá-la. Já passam das 15, mas ela não tem noção da hora. Quando ela tenta se sentar na cama, a cabeça gira e o estômago se contorce. Mal dá tempo de cambalear até o banheiro, e se jogando de joelhos com a cara no do vaso, qualquer coisa que ela tenha bebido, sai num único jato. O gosto é horrível e a aparência pior. Ela levanta e vai até pia onde se encara no espelho. A maquiagem borrada, os hematomas no pescoço, o cabelo desgrenhado e roupa de ontem denunciam que a noite foi longe demais. Lava-se a boca e o rosto. O olhos ficam mais borrados de preto. Ela tenta lembrar... imagens confusas, conversas estranhas, alguns flashs sem ligação. Ela se joga na cama e fita o teto, mas não consegue lembrar de como chegou em casa. Só de como chegou na boate. Devia ser 1hr da manhã e a casa estava lotada.

(continua...)

5 comentários:

  1. nossa..oke aconteceu com a moça;;;esperamos a continuação...

    ResponderExcluir
  2. Eita, suspense!...hauhuahuau

    Lindo blog! Quero a continuação da história!

    Bjos

    Visite:www.nadesordem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá.. obrigada pelo comentário! beijos

    ResponderExcluir